Estratégias criadas pelos próprios pacientes

Alex comentou:  

“Em relação às estratégias que utilizei e estou utilizando para melhorar meu relacionamento na faculdade e fora dela: no segundo ano, comecei procurando ficar calado todo momento, já que todos na sala já haviam me chamado de “chato” ao menos uma vez e zoavam o fato de eu fazer muitas perguntas durante a aula, não obtive muito sucesso com essa estratégia, mas ela me ajudou a conseguir falar menos enquanto praticava a estratégia seguinte, onde eu devia “Parar, pensar e aí sim falar”, ou PPP (Parar, Pensar e Planejar).

Estou bem melhor hoje com a estratégia PPP treinada, mas ainda resta o reflexo da primeira imagem e, por isso, acabo por ser tratado um pouco diferente por uns e outros. Já pude até me soltar um pouco, sem sair do contexto é claro. Piadas têm hora e lugar certo para serem feitas e acho que isso já está mais claro para mim.

Este ano já recebi criticas positivas e negativas, as positivas em maior número, e, agradeço as negativas por me fazer saber em que tenho que melhorar”.

_____________________________________________________________________________________________

Segundo o paciente R.I.

– O headphone não bastava para manter minha concentração. Eu precisava usar mais alternativas para mantê-la, e consegui ao ler um texto em voz alta, mesmo que não seja uma dicção em tom compreensível por outros; é só para focar melhor um determinado assunto.

Outra manobra eficaz é fazer pausas programadas de tempos em tempos. Eu, por ser metódico, faço estudo de 50 minutos e pausas de 10, para completar 1 hora exata.

_____________________________________________________________________________________________

Fernanda disse:

Aprendi a me organizar e a me planejar (coisas que antes para mim eram naturais) usando uma estratégia aprendida no CPN que é usar uma agenda semanal. Sem a minha agenda, tudo fica muito difícil. Com o uso dela, consigo ter uma noção de atividades que devo fazer na semana e no mês e assim me organizar. Isso me traz segurança

Outra técnica que uso com a agenda é escrever como foi meu dia, como um diário mesmo. Dependendo de como quero testar a minha memória, escrevo no mesmo dia ou uns dois ou três dias depois. Isso contribuiu muito pra melhora da minha memória, porém ela ainda está muito aquém se comparo com a memória de “antes do traumatismo”.

Para melhorar a leitura, me esforço pra ler legenda, o que é dificil, pois perco muita informação.

Como eu me canso muito facilmente, quando percebo que não consigo render mais nada durante o dia ou que estou mais nervosa ou mal-humorada pelo grande cansaço, deito e durmo um pouco pra depois terminar aquele dia.

Acho que um ponto positivo pra minha reabilitação foi e ainda é ter tido sempre muita noção das minhas limitações e ter decidido encontrar maneiras de enfrentá-las e não só reclamar de todas elas. A minha terapia psicológica e os medicamentos também foram fundamentais, além, é claro, do apoio de toda minha família e amigos.

____________________________________________________________________________________________

Nelson comentou:

– O grupo promove discussão das dificuldades apresentadas e estratégias aplicadas para melhorar as deficiências. Outras estratégias são apresentadas pela equipe de neuropiscólogos do CPN/REAB, assim trocamos experiências e recebemos sugestões no intuito de melhorar nossa condição de vida no dia a dia.

Com as estratégias utilizadas, melhorei meus aprendizados usando palavras chaves, associações e a técnica de repetição utilizada anteriormente. Essas técnicas me auxiliam em exatas e também em atividades que exigem atenção sustentada. Desta forma, em provas que a maior duração prejudicava meu desempenho pela desconcentração, o problema foi solucionado após acordo com alguns professores que me possibilitaram maior tempo de prova. Assim, houve melhora da autoestima e confiança, o que me permitiu conciliar algumas atividades extras.

Anúncios
por meucerebromudou

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s